cientistas também leem a wikipédia

por T. C. Soares em 30 de setembro de 2013, um comentário

Um projeto oferecerá a estudantes de medicina a chance de rechear seu histórico escolar contribuindo com a Wikipédia.

Os estudantes de medicina da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF) poderão de obter créditos acadêmicos de uma fonte improvável: a Wikipedia.

Em uma disciplina experimental a ter início em dezembro, alunos do quarto ano sob a tutela do professor clínico Amin Azzam serão encarregados da redação, edição e monitoramento de entradas da Wikipedia clinicamente relevantes. Os alunos trabalharão à distância, com professores auditando suas edições e seu progresso. Cerca de oitenta verbetes serão revistos: os mais populares, mas ainda inferiores em termos de qualidade segundo o próprio sistema de classificação da Wikipedia.

Para que isso aconteça, a UCSF está trabalhando em conjunto com a Wiki Foundation Med Project, uma organização sem fins lucrativos dedicada à manutenção de recursos educacionais de alto padrão na área médica, numa atuação voltada ao oferecimento desses recursos em vários idiomas. “Sabemos que quase todos os estudantes de medicina usar a Wikipedia,” afirmou à UCSF James Heilman, presidente da fundação. “E queremos que quase todos estudantes de medicina contribuam com a Wikipedia.”

A ideia de acadêmicos dando chancela a colaborações na Wikipedia soa meio incomum, mas ao que tudo indica a iniciativa da UCSF tem a ver com um certo movimento de aproximação entre a comunidade wikipediana e alguns pesquisadores tradicionais. Em 2010, por exemplo, a Nature já noticiava as ações de um grupo de cientistas ingleses que trabalhava, junto às comunidades da Wikipedia, em ações voltadas tanto à divulgação científica como à sistematização de dados.

Via Motherboard.

Uma opinião sobre “cientistas também leem a wikipédia

  1. Eu li há uns meses uma matéria de uma revista daqui sobre a Wikipédia e sua dificuldade de conseguir editores nas áreas científicas, porque não são tão populares quanto as outras. E falaram de professores universitários que passaram como trabalho para os alunos de revisarem artigos científicos da Wikipédia brasileira. Acho bem interessante isso. É preciso um diálogo com a academia, porque pra alguns assuntos o editor precisa ter um background.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *